BOMBA: 02 DIAS APÓS AÉCIO FARIAS DENUNCIAR ALEXANDRE DE MORAES NO CNJ, MINISTRO CONCEDE LIBERDADE AO BOLSONARISTA RODRIGO LIMA

Após 02 dias o advogado Aécio Farias denunciar Alexandre de Moraes no Conselho Nacional de Justiça por ofensa às suas prerrogativas de advogado, o ministro concedeu liberdade ao bolsonarista Rodrigo Lima, preso no dia 17 de agosto acusado de incitar os atos golpistas de 8 de janeiro, que tinham como objetivo pressionar o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal a favor do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o advogado Aécio Farias, “as ofensas do ministro às prerrogativas dos advogados são conhecidas e, assim como, solitário, fui ao CNJ lutar para retornar as audiências de custódia, também fui denunciar os abusos contra minhas prerrogativas.”

Alexandre de Moraes aplicou diversas medidas cautelares ao bolsonarista como a utilização de tornozeleira eletrônica, recolhimento noturno em sua residência, proibição de utilização de redes sociais, comunicação com outros envolvidos dentre outras.